INPI-BR - Modelo de Inovação Aberta é tema de Seminário


Numa sociedade em globalização progressiva, as empresas recorrem, cada vez mais, a idéias e conhecimentos vindos de outras instituições para se tornarem mais competitivas. Conhecido como sistema de Inovação Aberta (Open Innovation em inglês), esse processo busca na parceria entre empresas e instituições de pesquisa, universidades e outras empresas, a fórmula ideal para crescer rapidamente. No Brasil, o modelo de inovação aberta ainda é pouco conhecido, e é por isso que no dia 16 de junho, o presidente do INPI, Jorge Ávila, falará sobre o sistema nacional de inovação no Open Innovation Seminar 2008, organizado pela empresa de inovação Allagi e apoiado pelo INPI-BR.

O objetivo do debate é mostrar como o modelo de Inovação Aberta pode ajudar as políticas públicas a criarem mecanismos mais eficazes para o incentivo à inovação. Segundo a companhia norte-americana de pesquisas e dados Forrester Research, cerca de 30% das maiores companhias do mundo estão experimentando o Open Innovation, mas apenas 5% têm domínio total do conceito. No Brasil, os diversos programas de estímulo das políticas públicas a projetos inovadores, como a criação de parques tecnológicos e de núcleos de inovação tecnológica, mostram a tendência para o uso do sistema de Inovação Aberta, logo, aprofundar conhecimentos sobre esse modelo é fundamental para a criação de programas públicos cada vez melhores.

O evento contará com a palestra do professor americano Henry Chesbrough, Ph. D. em administração e diretor-fundador do Center for Open Innovation da Universidade da Califórnia. O professor falará sobre os principais conceitos da Inovação Aberta e suas aplicações.

O seminário abordará ainda questões relacionadas à aplicabilidade do Open Innovation nas empresas brasileiras e o impacto da inovação tecnológica na estratégia empresarial das corporações.

As inscrições para o evento já estão abertas. Veja os valores e a ficha de inscrição no site do Open Innovation Seminar 2008.

[ Voltar ]